Trabalho calvário

Antes mesmo do sol raiar
Já te vejo acordado a ralar
Quem a duras penas consegue viver
Que trabalha tanto e continua a sofrer
Para que outros possam então enriquecer
E desfrutem do luxo e do prazer
Aqueles mesmos que você
Proporciona mas não pode ter

Diante disso você pode escolher
Ou simplesmente aceitar...
e emudecer...
Ou ousar pensar...
E lutar...
Para que as coisas diferentes possam ser


Aurélio
2 de novembro
2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário