Raciocinando


Tudo é mentira! 'Deus, Moral e Humanidade!
Mentira o céu, mentira a fé, mentira o amor!
Só se vive do mal, da dor, da iniquidade,
E todo este progresso é morte e despudor!

Há sempre covardia, infâmia, atrocidade,
Canalhas no prazer, canalhas numa dor,
Fingidos a chorar imploram caridade,
E falsa proteção que imita o benfeitor!

É crime cobiçar os frutos do trabalho,
pedir junto ao burguês aumento de ordenado,
Alguém que esteja nu não peça um agasalho...

E pobre mortal que queira a Liberdade...
Pois não se vai bolir no cancro alicerçado
Que se convencionou chamar de Propriedade!


Adalberto Vianna

(Publicado em "A Plebe", São Paulo, 23/07/1927)

Nenhum comentário:

Postar um comentário